sábado, 21 de fevereiro de 2009

Decreto Municipal Nº 1.302 de 15/07/1988. Declara imune de corte a "Mangueira" localizada no centro da Rua Salvador Cardoso


A árvore "Magueira" (variedade manga côco) marca presença desde o início da outrora vila de Nova Venécia. Completará 94 anos no dia 08 de outubro. É um monumento natural a presença dos indígenas em Nova Venécia, pois, em sua sombra encontravam repouso e alimento ao passarem pela nascente povoação. Na foto acima, à direita, a casa do homem que a plantou, o Sr. Salvador Cardoso, construção anterior a 1911 e que, segundo nos consta, é a casa mais antiga ainda existente na cidade de Nova Venécia. Esta árvore é símbolo do Projeto Pip-Nuk. Foto: Rogério Frigerio Piva, 19/02/2009.

Transcrevemos abaixo, na íntegra, o texto do decreto de "tombamento" da Mangueira da Rua Salvador Cardoso no Centro de Nova Venécia:
DECRETO Nº 1.302/88


O Prefeito de Municipal de Nova Venécia, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais e,
Considerando disposto no Artº 7º do Código Florestal (Lei nº 4.771, de 15 de setembro de 1965),
Considerando quanto a Necessidade de Preservação das Espécies por motivo de beleza, valor histórico, as árvores localizadas em logradouros públicos:
DECRETA:
Artº 1º - Ficam declaradas imunas de corte devido as suas condições relativas a beleza e de fazer parte da história do crescimento e vida do Perímetro Urbano, desta cidade, a árvore abaixo identificada:
- MANGUEIRA LOCALIZADA NO CENTRO DA RUA SALVADOR CARDOSO – CENTRO - DESTA CIDADE.
Artº 2º - Caberá à Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, de responsabilidade do DEURB – Departamento de Urbanismo, zelar pela preservação desta árvore.
Artº 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE, CUMPRA-SE.
Gabinete do Prefeito Municipal de Nova Venécia, Estado do Espírito Santo. Aos 15 dias do mês de Julho de 1988.

Adelson A. Salvador [assinatura]
Prefeito Municipal


Fonte: Transcrito em 19/02/2009, das folhas 97 e verso do “Livro de Decretos Nº 07 (1.154/86 a 1.459/89)” existente na Secretaria Municipal de Administração de Nova Venécia (ES).

Um comentário:

Gruppo Piccolo Pavonne disse...

Merece uma atenção especial para a escrita dos sobrenomes germânicos.
Está no texto assim: SCHNAIDER, HOFFMAN, JAN, EWALD, KUSTER, JACOB, KRUEGER.

O certo segundo estudos sobre a cultura pomerana e alemã.

Schneider, Hoffmann, Jann, Ewaldt, Küster, Jakob, Krüger.

Faltaram alguns importantes como:
Wutke, Tressmann, Reetz, Schimidt, Smed, Ramlow, Berger, Schwambach, Trams, Pittelkow, Schreiber, Peters, Kles, Jastrou e outros.


Sou folclorista e pesquiso sobre cultura pomerana e alemã, italiana e afro-brasileira.

Abraço!

Muito interessante a história de Nova Venécia, sou veneciano e passei a maior parte do tempo em minha cidade natal.

ATENÇÃO!!!

Este blog é específico para difusão e estudo do patrimônio natural e cultural do município de Nova Venécia, bem como, tudo que norteia a sua cultura, memória e meio ambiente. A utilização, do material aqui disponibilizado (seja texto ou imagem), por qualquer veículo de comunicação, deve ser previamente solicitada ao Projeto Pip-Nuk por meio do e-mail: projetopipnuk@yahoo.com.br e jamais poderá ser publicada sem menção ao seu autor (quando houver) e ao respectivo blog.