segunda-feira, 16 de março de 2009

SAGARANA: O DUELO (Brasil, 1973), o sertão mineiro de Guimarães Rosa vivo no interior do Espírito Santo


Sagarana: O Duelo foi lançado em DVD pela Paramout Pictures em 2006.


O filme SAGARANA: O DUELO teve direção e roteiro de Paulo Thiago, baseado na obra-prima de João Guimarães Rosa, o conto O Duelo, do livro Sagarana, lançado em 1946.

Com locações no interior do estado do Espírito Santo (Nova Venécia, Linhares, São Mateus, João Neiva (Acioli), Colatina, Serra, Vila Velha e etc...). Esta obra prima de Paulo Thiago registra, com belíssimas imagens, o patrimônio cultural e natural capixaba no ano de 1973. O filme mostra que, certamente, o "Sertão" de Guimarães ainda estava vivo em terras capixabas.









Imagens do "Casarão dos Escravos" em 1973 capturadas a partir do filme Sagarana: O Duelo.



O Sagarana de Paulo Thiago tem como ponto de partida a Casa-grande da Fazenda da Serra dos Aymorés, outrora residência do Barão de Aymorés que, na época das filmagens (1973) já se encontrava em avançado estado de deterioração, mas ostentando sua arquitetura original do final do século XIX, coincidentemente no ano em que completava 100 anos de construção. O Casarão dos Escravos, como ficou popularmente conhecido, e todo seu entorno, foram detalhadamente registrados neste clássico do cinema nacional.

Atocaiados na velha casa abandonada (Casarão dos Escravos) Turíbio Todo, interpretado pelo ator capixaba Joel Barcelos, e seu companheiro de ofício aguardam a vítima que se aproxima num calhambeque em plena estrada da Serra de Baixo. A vítima é morta com muitos tiros e com o calhambeque incendiado no tiroteio.





No filme o Casarão dos Escravos serve de esconderijo para os matadores de aluguel.



Turíbio Todo é um matador de aluguel para cuja mulher havia mentido, dizendo que ia a uma pescaria enquanto, na verdade, estaria executando uma encomenda de morte.

Ocorre que sua mulher Mariana, interpretada por Ítala Nandi, o traía com um conhecido caçador de jagunços chamado Cassiano Gomes, vivido por Milton Morais. Sem avisar, Turíbio volta para casa e flagra a esposa adultera, mas o sangue frio o faz esperar por uma vingança, cujo tiro sai pela culatra, matando não o Cassiano Gomes, mas seu irmão. Os dois duelarão pelo sertão mineiro, ambos sedentos de vingança. Como termina esta história, bem, só assistindo para ver.

Sagarana: O Duelo foi o único longa metragem que utilizou Nova Venécia como cenário (a região da Serra de Baixo, hoje integrante da APA da Pedra do Elefante) as filmagens movimentaram a cidade no ano de 1973 em plena ditadura militar.

Em outra seqüência do filme, nos é apresentado o sítio histórico do Porto de São Mateus com seu casario colonial ainda original.

Mas o que chamamos a atenção é para as imagens em movimento do ícone, hoje perdido, do patrimônio cultural veneciano conhecido por Casarão dos Escravos.

A casa-grande aparece imponente, como que para todos refletirem sobre o que o município de Nova Venécia, ou mesmo o Espírito Santo, perderam com a sua destruição.

O diretor Paulo Thiago, foi indicado ao Urso de Ouro no Festival de Berlim em 1974, pela sua atuação em Sagarana.

O filme traz no elenco: Rodolfo Arena, Joel Barcellos, Zózimo Bulbul, Sadi Cabral, Antonio Carnera, Emmanuel Cavalcanti, Roberto Ferreira, Wilson Grey, Átila Iório, Erley José, Luiz Linhares, Ana Maria Magalhães, José Marinho, Milton Moraes , Ítala Nandi, Waldir Onofre, Paulo César Peréio, Ruy Polanah, Vinícius Salvatori , Jofre Soares, Nery Victor, Milton Vilar, Paulo Villaça.

Em 01/09/2006 foi lançado em DVD pela Paramount Home Entertainment. Áudio: Português: Dolby Digital 2.0, Legendas: Português, Formato de Tela Widescreen, Música: Antônio Carlos Jobim e Dori Caymmi, Extras: Menu Interativo, A Criação Literária de Guimarães Rosa, Trailer, Entrevistas, Críticas, Filmografias, Seleção de Cenas, Duração: 104 minutos, Colorido.


O Projeto Pip-Nuk entrou em contato com a Vitória Produções Cinematográficas, dententora dos direitos autorais, e conseguiu autorização para utilizar as imagens iniciais de Sagarana: O Duelo, em um videoclipe do Grupo Musical Engenho Novo, que estará disponibilizando no blog, via You Tube, para que os venecianos das novas gerações conheçam o que um dia foi o CASARÃO DOS ESCRAVOS.

Mais informações sobre o filme nos links:

http://www.paramountbrasil.com.br/nossos_filmes_ficha.asp?idP=111621N&id=3964



2 comentários:

pablo disse...

Estou precisando urgentemente desse filme.. alguém pode, por gentileza, me dizer onde posso compra ou se há como baixar em algum site na internet?

Abrass

SANDRO disse...

Estive fazendo um documentário na regiao de Acioli e pude assistir o filme Sagarana - o Duelo. Uma grande obra, e ainda hoje existe muitas casas do periodo da imigração Italiana que aparece no filme, vale a pena assistir.

Abraço

SANDRO MAURO RODRIGUES

ATENÇÃO!!!

Este blog é específico para difusão e estudo do patrimônio natural e cultural do município de Nova Venécia, bem como, tudo que norteia a sua cultura, memória e meio ambiente. A utilização, do material aqui disponibilizado (seja texto ou imagem), por qualquer veículo de comunicação, deve ser previamente solicitada ao Projeto Pip-Nuk por meio do e-mail: projetopipnuk@yahoo.com.br e jamais poderá ser publicada sem menção ao seu autor (quando houver) e ao respectivo blog.